terça-feira, 5 de maio de 2009

Elvis Perkins "Elvis Perkins In Dearland"



Em primeiro lugar, quero dizer que não fui particularmente com a cara de "Ash Wednesday", primeiro álbum de Elvis Perkins. Pareceu-me um disco de singer-songwriter despojado bastante banal, sem um toque que o distinguisse da maralha. Isso não acontece, todavia, com este "Dearland", onde Perkins demonstra uma ambição muito para lá da simples tocar-umas-canções-com-a-minha-guitarrinha. Aqui sente-se não só o toque de trovadores do século XXI, como a catarse de Conor "Bright Eyes" Oberst, mas também o pioneirismo da conversão das músicas de raíz profundamente americana em pop contemporânea que Bob Dylan usou ao longo da sua ilustre carreira. Os sopros, violinos e tambores fortes marcam presença ao longo do disco, dando a canções como "I Heard Your Voice In Dresden" uma forte capacidade de impacto e vontade de erguer os braços no ar ao som dos elevares de voz de Elvis Perkins. Talvez a melhor e mais inesperada evolução de carreira de 2009 até agora.

Em baixo podem ouvir uma versão de "Shampoo":

1 comentário:

lisabel disse...

Adoro este disco, fico contente que também tenhas gostado :D

Mas o primeiro já tinha óptimas músicas, como a While You Were Sleeping, por exemplo : )

Gostava muito de o ver ao vivo por cá!