segunda-feira, 6 de abril de 2009

The Skatalites@Santiago Alquimista

Num Santiago Alquimista completamente à pinha, com um público incrivelmente jovem, se considerarmos a idade da banda, os Skatalites tiveram contra si um voo atrasado, e um som com problemas nas primeiras músicas, e deram a volta a tudo isto para darem um concerto magnífico. A banda que pegou no jazz, swing e r&b, e transformou-os numa criação original da ilha da Jamaica, levou todo este caldeirão à multidão que pulou, dançou, cantou, pulou e gritou como se não houvesse amanhã. E por aqui passa também o rocksteady, o reggae, e mesmo a música das bandas-sonoras de Lalo Schifrin ou John Barry. Em resumo, nada aqui é deixado ao acaso ou é destinado ao repouso e a contemplação. Se a idade avançada da banda não é indicada para grandes movimentações em palco, a música mais do que compensa. Ao fim de 95 minutos, o público ainda pedia efusivamente o regresso, o que obrigou um roadie a avisar que não haveria mesmo mais. Compreende-se. E depois do que se passou, quem lhes poderia levar a mal?

Nota: 9/10

Um vídeo - mais uma vez com mau som, mas é o que se arranja - da noite de onteM

3 comentários:

Victor Afonso disse...

Imagino que deve ter sido bom...

Anónimo disse...

Também lá estive e não conseguiria ter descrito melhor o que se passou.
Parabens pela tua crítica. Expressa com tigor o que lá foi vivido.

Anónimo disse...

o q se passou no santiago alquimista foi uma total falta de respeito pelos artistas q iam actuar... e infelizmente ninguém fala nisso. os problemas de som foram provocados pela ausência (total) de seguranças no recinto. no intervalo alguns putos sentaram-se em cima dos monitores e quando entraram os skatalites um grupo de 'sharps' colocou-se praticamente em cima do palco, pisando os cabos das colunas de munição da banda, fazendo c q estas deixassem de funcionar. o trompetista teve mesmo de agarrar no seu tripé de microfone e na sua coluna de munição e chegar-se p trás, de modo a conseguir tocar... e ninguém da organização ou do santiago alquimista fez nada... quem lá foi tentar proteger a munição da banda foi o vocalista dos Humble, sendo dps ajudado p breves instantes p um menbro da organização, q infelizmente teve logo de se retirar pq houve logo problemas c os 'sharps' q lá estavam... os meus parabéns ao vocalista dos Humble, q esteve incansável durante todo o concerto a tentar criar condições p os skatalites continuarem em palco. estes actuaram durante todo o concerto sem munição, revelando um grande profissionalismo e respeito pelo público, respeito esse q n foi retribuido p alguns q se deviam achar as estrelas do espectáculo. p mim este estilo de música é baseado no respeito e no amor pelo próximo, p isso estas pessoas n fazem falta nestes concertos. havendo segurança a sério eles teriam sido expulsos logo no inicio e teriam-se evitado todos os conflitos criados p eles durante todo o concerto. talvez nem todos se tenham apercebido do q se passou, mas muitos perceberam e de certeza q como eu ficaram chateados c tudo isto, como aliás se percebeu pelos protestos a certa altura do concerto...